FUCCA

Como objetivo principal, o FUCCA – Festival Universitário da Cultura, Canção e Arte pretende estimular e valorizar a produção cultural e artística de acadêmicos, integrando a universidade à comunidade.

A ideia é estabelecer um grande intercâmbio cultural envolvendo vários estados brasileiros e apresentando para Blumenau e região muita música, artes cênicas e artes plásticas e incorporando Projetos de Extensões da FURB – Universidade de Blumenau ao valor da cultura do projeto.

Em 2000, o FUCCA foi realizado nas dependências da FURB, com a intenção de integrar a comunidade e a universidade através de um festival cultural. No ano seguinte, 2001, o festival cresceu e agregou a participação de dezenas de bandas locais de Blumenau e região e foi também realizado nas dependências da Universidade de Blumenau.

Em 2003, o DCE resolveu renovar o formato do festival para resgatar um dos mais importantes concursos universitários da FURB, o “FUC – Festival Universitário da Canção”. Neste novo modelo, foram fundidos o FUCCA e o FUC, elevando ainda mais o nome do projeto, que passou a ser realizado no pavilhão da PROEB.

O evento contou com vinte e quatro canções concorrentes ao prêmio, com músicos de três estados brasileiros. Com um público total de mais de seis mil pessoas, nos três dias de evento, o FUCCA recebeu o grande show do Engenheiros do Hawaii e a apresentação de outras bandas regionais. Nas três tendas culturais apresentaram-se várias bandas, grupos de teatro e dança, além de contar com exposições de artesanato, fotografia e grafite.

Na 8º edição, subiram ao palco as atrações CPM22, Comunidade Nin-Jistu e Marcelo D2. Após o fim do evento de 2008, o Festival Universitário da Canção, Cultura e Arte entrou em um hiato de quatro anos. Entretanto, o DCE da Furb retomou a ideia de unir a universidade e a comunidade blumenauense em um único lugar em 2013, realizando assim o 9º FUCCA.